Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksBioGene / Media Center / Notícias

Notícias

09/08/2016

Produção maior de leite nos próximos meses pode segurar alta dos preços

Há uma boa e uma má notícia para o consumidor. Motivo de recorrentes queixas nas últimas semanas, o preço do leite provavelmente está próximo do topo. Ou seja, sem espaço para subir muito mais, depois de uma alta que levou o UHT, por exemplo, a atingir no atacado um preço médio recorde de R$ 4 em julho no Estado de São Paulo, uma escalada de 80% no ano. Mas o ruim é que, até agora, nada indica que os valores encontrados nas gôndolas voltem abaixo de R$ 3, como no final do ano passado.

A disparada do preço do leite, causada pela queda da produção no país, tem duas causas principais. A primeira foi a baixa rentabilidade da atividade ano passado, o que levou criadores a diminuírem rebanho ou mesmo cortar investimentos, principalmente em alimentação, devido à alta de insumos como ração _ o que impactou na perda de produtividade por animal. Este ano também pesou o fator climático, como falta de chuva em regiões produtoras do Sudeste e Centro-Oeste, e excesso de frio no Sul, o que atrasou o desenvolvimento das pastagens.

A expectativa no mercado é que a produção volte a subir neste mês, mas ainda em patamares abaixo da mesma época do ano passado.

Fonte: Zero Hora