Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksBioGene / Media Center / Notícias

Notícias

02/09/2016

Temporada de primavera da pecuária gaúcha deve manter tendência de alta

Considerada uma das mais concorridas épocas de venda de reprodutores do país, a temporada de primavera , que inicia no final de setembro e se estende até o mês de novembro, novamente deve demonstrar o potencial da pecuária do Rio Grande do Sul, que desponta no cenário nacional como um dos principais fornecedores de genética para o Brasil. Na temporada passada, conforme dados do Sindicato dos Leiloeiros Rurais do Rio Grande do Sul (Sindiler/RS), o faturamento dos leilões realizados foi de R$ 75,12 milhões.

De acordo com o presidente da Conexão Delta G, Eduardo Eichenberg, apesar das incertezas econômicas momentâneas do país, a expectativa é de uma temporada de primavera positiva, visto que a atividade pecuária, assim como o agronegócio como um todo, seguem bem consolidados. "Os preços do boi gordo, dentro das oscilações anuais normais, vêm se mantendo em bons níveis, e a previsão de demanda por carne, com a abertura de novos e importantes mercados externos, como a China e os Estados Unidos, favorecidos por um Real ainda desvalorizado em relação ao Dólar - que favorece as exportações -, deve se manter alta", projeta.

O dirigente lembra que, mais especificamente sobre as raças Hereford e Braford, houve uma grande procura por touros e fêmeas ao longo do ano, especialmente no Braford, o que certamente refletirá em uma boa demanda nos leilões de primavera. "Para a maior parte dos membros da Conexão Delta G, os leilões de primavera representam a principal oferta de seus reprodutores Hereford e Braford. São nesses eventos que anualmente os resultados de todo o processo de seleção são apresentados", observa Eichenberg.

No total, os associados da Conexão Delta G promoverão 15 leilões durante a temporada.