Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksBioGene / Media Center / Notícias

Notícias

14/10/2016

Em Chicago, milho amplia valorizações e registra alta

Na manhã desta sexta-feira (14), as principais posições do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) dão continuidade ao movimento positivo. Com isso, por volta das 7h45 (horário de Brasília), os contratos da commodity exibiam altas entre 4,50 e 5,00 pontos. O vencimento dezembro/16 era cotado acima do patamar de US$ 3,50 por bushel, a US$ 3,54 por bushel. O março/17 era negociado a US$ 3,64 por bushel, já o julho/17 trabalhava a US$ 3,77 por bushel.

Os futuros do cereal tentam ampliar as valorizações registradas no dia anterior. Ainda nesta quinta-feira, os preços do milho subiram mais de 12 pontos, com alta de mais de 3%. As cotações foram impulsionadas pelos fundos de investimentos que voltaram à ponta compradora do mercado. Do mesmo modo, os fortes ganhos registrados no trigo também ajudaram a sustentar os preços do milho.

"Os preços dos dois grãos são interligados, especialmente nesse momento quando é grande o volume de trigo no mundo de baixa qualidade. Consequentemente, esse produto terá que competir com o milho na fabricação de rações", informou o site Agrimoney.com.

Ainda nesta sexta-feira, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz seu novo boletim de vendas para exportação, importante indicador da demanda. Na semana passada, o número ficou em 2.601,8 milhão de toneladas.

Por outro lado, o andamento da colheita do milho no Meio-Oeste americano permanece sendo acompanhado de perto. No início da semana, o departamento americano reportou que cerca de 35% da área plantada já havia sido colhida. Os números serão atualizados na próxima segunda-feira (17).