Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksBioGene / Media Center / Notícias

Notícias

14/10/2016

Soja: Chicago mantém foco sobre a demanda e dá continuidade às altas

Os preços da soja continuam subindo nesta sexta-feira (14) na Bolsa de Chicago. Os principais contratos da commodity subiam, por volta das 7h30 (horário de Brasília), de 7,25 a 7,50 pontos. Com isso, o novembro/16 já vinha superando os US$ 9,60 por bushel, enquanto o maio/17 chegava aos US$ 9,84.

O mercado viu as cotações testarem patamares mais baixos nas últimas sessões, com valores atrativos para os compradores - com o primeiro vencimento próximo dos US$ 9,40 - o que ajudou, na sequência, as mesmas voltarem a subir e renovar alguns ganhos.

"Os números não conseguem ficar muito tempo abaixo disso porque o mercado se torna muito comprador e os vendedores desaparecem. Logo, o mercado reverte para cima. A janela do mercado está apertada e ele não tem muito fôlego para ir além disso", explica o consultor Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting.

Além dessa movimentação técnica, a demanda ainda atua como principal fator de suporte para a oleaginosa na CBOT e limitador das baixas quando elas acontecem. Os embarques semanais norte-americanos de soja vieram bastante fortes em um reporte divulgado pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) na última terça (11), somando mais de 1,8 milhão de toneladas. Ao mesmo tempo, o órgão já anunciou, somente nesta semana, vendas extras de 356 mil toneladas.

E nesta sexta, o USDA traz ainda o novo boletim semanal de vendas para exortação, outro importante indicativo da demanda. Na semana anterior, as vendas vieram fortes, elevando o total comprometido da soja americana para mais de 28 milhões de toneladas da safra 2016/17.