Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksBioGene / Media Center / Notícias

Notícias

03/04/2017

Agro brasileiro cresce 4% puxado pela agricultura

O faturamento do agronegócio brasileiro cresceu 4,48% em 2016. No ano passado, o resultado foi impulsionado pela agricultura, que registrou alta de 5,77% no faturamento enquanto que o ramo pecuário teve elevação de 1,72%. As informações são do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) feitas em conjunto com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Na análise feita pelo Cepea, a valorização real acumulada de preços contribuiu para sustentar a alta do agro de janeiro a dezembro de 2016, uma vez que, em volume, o cenário seguiu em baixa para importantes atividades do agronegócio brasileiro.

No ramo agrícola, destacou-se em 2016 o desempenho do segmento primário, que acumulou alta de 10,12% frente a 2015. Segundo pesquisadores do Cepea, as maiores elevações de preços foram verificadas para mandioca, milho, laranja, feijão e banana. Para 2017, o segmento primário agrícola deve seguir em evidência, dadas as previsões de safra recorde para importantes culturas, como milho e soja.

Para o segmento primário da pecuária, enquanto o cenário da avicultura seguiu positivo, o da bovinocultura de corte pressionou o desempenho. Segundo pesquisadores do Cepea, isso reflete, em certa medida, a substituição do consumo de proteínas mais caras pelas de menor valor. A atividade leiteira, por sua vez, foi marcada pelos altos patamares de preços em 2016, impulsionados pela baixa oferta do produto.​