Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksBioGene / Media Center / Notícias

Notícias

08/12/2017

Soja: plantio no Brasil já passa de 90% da área e supera a média de 5 anos

Com uma abertura apresentando certa alta, a sessão diurna aqui em Chicago nesta quarta-feira (6) fechou no vermelho com o Mercado centrado nos números baixistas do relatório de safra, Stats Canada, que trouxe números de produção de trigo de 3 MT, para 30 MT. O trigo, apesar de não ser concorrente direto da demanda por soja, ainda sim faz parte de uma cesta de compras, que fundos especuladores costumam investir. Além do mais, uma rodada de chuvas adicionais no dia 15 e 16 de dezem- bro apareceram nos mapas climáticos para a Argentina. No entanto, uma escassez total de chuvas volta a tomar conta do país logo após o período. Não há nenhuma mudança de padrão climático no médio e longo prazo. No mais, o movimento de hoje resultado de uma potencial rodada única de chuvas na Argentina ressalta o poder especulativo de um Mercado climático. Esta tendência de variações agressivas deverá continuar nos próximos meses. O acompanhamento de Mercado deve ser tido com cau- tela! No Brasil, o plantio da soja atinge 91,4%, contra 91,5% em 2016. E pela primeira vez no ano, o plantio ultrapassa a média de 5 anos, em 90,6%.

As previsões climáticas atualizadas na tarde de hoje trazem uma reafirmação do padrão de chuvas para o mês de dezembro, apesar de adicionar um evento de chuvas que chega em meados de dezembro, sobre a Argen- tina. No entanto tais chuvas não deverão ultrapassar os 20 mm acumulados em 24 horas. O cenário ainda não é suficiente para tranquilizar os produtores de tais regiões, no entanto poderá ser tida como salvamento para muitos que se preocupam com a falta de umidade do solo que vem sendo retraída, dia-após-dia. No Brasil, as precipitações se mantêm regu- lares para o Centro e Norte do país, com o Sul brasileiro também seguin- do o cenário que se estabelece no país vizinho. Nestes próximos 5 dias, chuvas de 20-120mm se dispersão do norte do Rio Grande do Sul até o sul do Pará. Os índices pluviométricos mais intensos serão observados sobre Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, oeste da Bahia e Tocantins.​